Pesquisa e Desenvolvimento

O ecossistema da ciência global que impulsiona os limites da pesquisa clínica vem passando por mudanças profundas. Enquanto na década passada a inovação se originava basicamente em gigantes globais que desenvolviam e entregavam novos produtos a partir de seus próprios laboratórios, agora a inovação vem das pequenas empresas e startups biofarmacêuticas e das universidades. Deixou de ser um sistema de poucos gigantes globais, atuando por conta própria, para um ecossistema dinâmico de pequenas empresas de pesquisa e desenvolvimento, farmacêuticas regionais e academia que colaboram mutuamente e formam parcerias visando oferecer os produtos mais inovadores que a humanidade jamais conheceu.

Com essa mudança de paradigma em mente, o Grupo Biotoscana foi pensada para seguir uma trajetória bastante diferente em pesquisa e desenvolvimento. Assim como fazem algumas das mais inovadoras empresas globais, o GBT intencionalmente administra os fluxos de conhecimento através dos limites organizacionais, utilizando mecanismos financeiros e não financeiros de modo a assegurar que a tecnologia sempre aproveite o melhor que o mundo tem a oferecer em termos de inovação clínica.

O GBT adota o modelo de Inovação Aberta como sua essência. Grande parte do pipeline do Grupo origina-se de parcerias com empresas de biotecnologia e outras farmacêuticas mundiais. Complementamos esse processo com nossos próprios esforços de pesquisa e desenvolvimento para impulsionar a produtividade em P&D e apresentar terapias verdadeiramente inovadoras, que transformam vidas e recuperam as esperanças em toda a América Latina.

Ao adotar a Inovação Aberta, o GBT é capaz de entregar um nível de inovação comparável às empresas mais avançadas do mundo. O Grupo mantém parcerias duradouras com líderes globais com a qualidade e prestígio da Actelion®, Basilea Pharmaceutica®, Biocad®, Celgene Corporation®, CSL Behring®, Dr. Falk Pharma®, Grupo Ferrer®, Gilead Sciences®, Leadiant Biosciences®, Pierre-Fabre Medicament®, Pint Pharma® e Stallergenes-Greer®. Ao mesmo tempo, o Grupo Biotoscana possui uma equipe própria com mais de 80 pessoas totalmente voltadas para a descoberta, desenvolvimento e registro de novos produtos, atuando em um dos centros de pesquisa e desenvolvimento mais avançados da América Latina.

O GBT conta com uma ampla equipe de cientistas e com um time de desenvolvimento de negócios cuja rotina inclui o relacionamento com centros mundiais de inovação e com os médicos mais especializados da região, buscando avaliar centenas de possíveis colaborações a cada ano. Além disso, somos focados e extremamente disciplinados, o que nos permite conhecer profundamente as mais avançadas tendências em pesquisa e determinar quais produtos serão mais apropriados para a região e, em última instância, decidir quais serão desenvolvidos internamente e quais são os melhores candidatos para colaboração. Combinando todo esse rico ecossistema, a GBT mantém atualmente mais de 50 programas de pesquisa em diferentes fases de desenvolvimento e cerca de 150 moléculas em estágio comercial.